Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Seguro: "O país precisa de estar unido para sair da crise"

Líder do PS diz que Passos Coelho deve aproveitar a visita da chanceler Angela Merkel para pedir mais tempo para consolidar as contas públicas, e prazos mais longos de amortização e taxas de juro mais baixas sobre os empréstimos da troika.

Negócios negocios@negocios.pt 12 de Novembro de 2012 às 10:23
  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...
“Portugal precisa de mais tempo para consolidar as contas públicas”, de “mais tempo para pagarmos as nossas dívidas” e “precisa de beneficiar de juros mais baixos sobre o empréstimo” decorrente do programa de assistência da troika, defende António José Seguro, num artigo de opinião publicado no "Público".

Estes pedidos, diz o líder do PS, deveriam ser endereçados pelo primeiro-ministro Passos Coelho à chanceler Angela Merkel, que hoje estará em Lisboa em visita oficial.

“Um primeiro-ministro de Portugal deve dizer à chancelerina alemã que está errada na sua política (…) que não aguentamos mais esta austeridade”, diz Seguro, acrescentando que é em torno do “consenso político e social” que diz existir sobre “o que não deve ser feito” que o Governo deve promover um entendimento alargado. Porque o país “precisa de estar unido para sair da crise”, afirma.
Ver comentários
Saber mais António José Seguro política austeridade crise
Outras Notícias