Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tsipras: Medidas de austeridade conduzirão a "colapso social" da Grécia em Setembro

A aplicação na Grécia das medidas de austeridade exigidas pelos credores internacionais é "uma aberração" e conduzirá ao "colapso social", disse hoje Alexis Tsipras, líder da coligação de esquerda radical Syriza e principal partido da oposição.

Lusa 23 de Julho de 2012 às 17:39
  • Partilhar artigo
  • 15
  • ...
O plano dos credores internacionais (União Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), relacionados com o ajustamento orçamental da Grécia, "não é concretizável, é uma aberração", considerou Tsipras durante uma reunião do seu grupo parlamentar.

"As novas medidas conduzirão a um colapso social e à falência em Setembro", sublinhou, citado pela agência noticiosa AFP.

Tsipras apelou para "uma cimeira europeia extraordinária centrada no problema grego", que continua a inquietar a zona euro. O líder da Syriza frisou ainda que "o problema grego não é apenas um problema do país mas faz parte do problema europeu".

Uma equipa de peritos da 'troika' internacional (UE-BCE-FMI) deve chegar terça-feira a Atenas para prosseguir o controlo das contas do país e discutir com o Governo grego a adopção das novas medidas destinadas a estancar a derrapagem orçamental.

Na semana passada, o ministro das Finanças, Yannis Stournaras, admitiu que o seu país, em recessão económica há cinco anos consecutivos, ainda tem "um caminho para percorrer" caso pretenda garantir 11,5 mil milhões de euros de cortes orçamentais em troca da concessão dos empréstimos negociados com os credores.

O partido de Tsipras -- o segundo maior após as legislativas antecipadas de 17 de junho --, baseou a sua campanha eleitoral na rejeição das medidas de austeridade que implicaram uma queda generalizada do nível de vida da população e um aumento da taxa de desemprego para perto dos 25 por cento.

A direita conservadora de Antonis Samaras, vencedora do escrutínio mas sem maioria absoluta, foi forçada a formar um Governo de coligação com o Partido Socialista (Pasok) e a Esquerda Democrática (Dimar), que garantiram a terceira e a sexta posição no escrutínio de Junho.

Ver comentários
Saber mais Tsipras Grécia troiko
Outras Notícias