União Europeia Actividade na Zona Euro cresce menos do que o inicialmente estimado

Actividade na Zona Euro cresce menos do que o inicialmente estimado

A economia europeia cresceu a um ritmo inferior ao estimado inicialmente no final do mês de Março, mostra o índice PMI Composto da Markit Economics, que reviu em baixa o indicador de actividade da Zona Euro.
Actividade na Zona Euro cresce menos do que o inicialmente estimado
Bloomberg
Inês F. Alves 05 de abril de 2016 às 12:35

Segundo o índice PMI Composto da Markit Economics – que mede a actividade empresarial e que agrega os dados dos serviços e da produção das empresas – a actividade na Zona Euro fixou-se nos 53,1 pontos em Março, acima dos 53 pontos registado em Fevereiro, mas inferior à estimativa inicial de 53,7 pontos divulgada a 22 de Março.


A revisão em baixa do índice deveu-se sobretudo à França e à Itália que, entre si, foram responsáveis por uma queda de 0,5 pontos num total de 0,6 pontos de recuo entre o inicialmente estimado e o valor agora fixado.  

Uma leitura acima dos 50 pontos indica crescimento.

Já o índice PMI para a área dos serviços caiu de 53,3 em Fevereiro para 53,1 em Março, fixando-se também num valor inferior aos 54 pontos inicialmente estimados.

"Em Março, a expansão económica da Zona Euro melhorou pela primeira vez em três meses. A extensão da aceleração foi, todavia, negligenciável e menos marcada do que o inicialmente indicado pela estimativa rápida [flash]", pode ler-se no comunicado da Markit.

"A economia europeia não conseguiu mostrar um 'momento' significativo", disse Chris Williamson, economista-chefe da Markit, citado nesta nota. "O crescimento vagaroso é resultado de uma procura indefinida, acompanhada pela queda dos preços, numa altura em que as firmas concorrem às custas das suas margens de lucro", acrescentou.

O responsável diz que as esperanças recaem "nas iniciativas mais assertivas do Banco Central Europeu para rejuvenescer a economia", e acrescenta que "o optimismo no sector dos serviços observado durante este mês [de Março] sugere que as empresas têm perspectivas mais positivas".

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI