Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Afinal, a economia grega cresceu no arranque do ano

Recessão evitada. A estimativa flash concluía que a economia da Grécia tinha contraído no primeiro trimestre do ano. Agora, o instituto de estatísticas do país diz que o PIB cresceu 0,4% entre Janeiro e Março de 2017, em comparação com os três meses anteriores.

28º Grécia - Pontuação 55,5
Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 02 de Junho de 2017 às 12:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Esta revisão significa que a Grécia escapa à típica classificação de recessão – dois trimestres consecutivos de contracção do PIB -, regressando à expansão económica que já tinha sido verificada no segundo e terceiro trimestre do ano passado.

 

Esses são os valores do crescimento em cadeia. Numa comparação homóloga, a revisão é ainda mais significativa. Há um mês foi anunciada uma queda de 0,5% do PIB do primeiro trimestre face ao mesmo período de 2016. Agora, os novos dados apontam para um crescimento de 0,4%.

 

"A leitura é melhor, uma vez que no tempo que passou desde a projecção flash passámos a ter estimativas mais precisas", referiu um responsável do ELSTAT, instituto grego de estatísticas, citado pela Reuters.

 

Este resultado da economia foi conseguido através de melhores desempenhos na procura interna, com o consumo e o investimento a apresentarem contributos positivos, que compensaram uma maior fragilidade da procura externa líquida (exportações subtraídas de importações). O consumo aumentou 0,4% face ao trimestre anterior, enquanto as exportações caíram 2,3% e as importações cresceram 4,5%. O investimento deu um salto de mais de 48%.

 

O Governo grego espera um crescimento de 1,8% do PIB este ano, muito abaixo da sua previsão inicial de 2,7%. A Comissão Europeia prevê 2,1%.

 

A Reuters nota que o Executivo helénico considera que a actividade deverá acelerar no próximo ano, com uma expansão de 2,4%.

Ver comentários
Saber mais Grécia economia crescimento contracção recessão
Mais lidas
Outras Notícias