Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Costa diz a Merkel que "espírito europeu não é só juntar países à volta da mesa"

O primeiro-ministro puxou dos galões da engenharia portuguesa durante a abertura do novo investimento da Bosch em Braga, onde o grupo alemão quer desenvolver "a nova tecnologia que vai equipar os carros do futuro".

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 30 de Maio de 2018 às 18:01
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...

António Costa considerou esta quarta-feira, 30 de Maio, que o novo centro de tecnologia e desenvolvimento da Bosch em Portugal "demonstra a excelência do sistema científico português, em particular no domínio da engenharia", que foi capaz de captar mais este investimento da multinacional alemã.

 

Com Angela Merkel a assistir na primeira fila do auditório, minutos depois de a ouvir dizer que "em Braga também se trabalha no futuro da Europa", o primeiro-ministro português assinalou a "presença significativa" da congénere alemã e destacou que desta nova infra-estrutura "vai sair a nova tecnologia que vai equipar os carros do futuro".

 

"Este é o espírito europeu. Não é só juntar países à volta da mesa do Conselho [Europeu]. É juntar recursos e saberes para em conjunto construirmos uma melhor Europa", que defenda o seu modo de vida ou os seus padrões ambientais, completou António Costa, que vai acompanhar a responsável alemã nesta visita de dois dias a Portugal.

 

Sustentando que a Bosch "não é uma empresa qualquer em Portugal", por estar neste mercado há mais de um século, aqui ter facturado 1.500 milhões de euros em 2017 e empregar quase 4.500 pessoas em quatro localizações – além de Braga, tem fábricas em Aveiro e Ovar e também escritórios em Lisboa –, Costa frisou que, apesar de os alemães serem os primeiros investidores produtivos em Portugal, têm vindo a transferir a aposta para a área do conhecimento.

 

A partir deste novo centro tecnológico bracarense, que após um investimento de três milhões de euros abre com uma centena de trabalhadores que estavam até agora na unidade produtiva instalada na mesma cidade, a multinacional vai apostar sobretudo no desenvolvimento de soluções para a divisão de sistemas de controlo de chassis, no âmbito da mobilidade autónoma. Até ao final deste ano vão ser contratados mais cerca de 120 quadros qualificados.

Ver comentários
Saber mais europa união europeia antónio costa angela merkel bosch braga investimento automóvel engenharia educação
Outras Notícias