Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ministro holandês das Finanças poderá suceder a Juncker à frente do Eurogrupo

Juncker, cujo terceiro mandato terminou em Julho, anunciou no início deste mês que deixará definitivamente a presidência do Eurogrupo no final do ano ou início de 2013.

Negócios 17 de Dezembro de 2012 às 16:51

O ministro holandês das Finanças, Jeroen Dijsselbloem, deverá ser o novo chefe do Eurogrupo, sucedendo no cargo ao primeiro-ministro luxemburguês, Jean-Claude Juncker, noticiou hoje o jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung, citado pela agência Efe.

 

O diário alemão refere, na edição online, que os chefes de Estado e de Governo dos países da zona euro chegaram a um acordo informal em relação à liderança do Eurogrupo na última cimeira em Bruxelas e que a decisão final será tomada pelos ministros das Finanças dos países da zona euro a 17 de Janeiro.

 

O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, não quis comentar estas informações e disse apenas que a sucessão de Juncker será deliberada pelos titulares das Finanças dos países da moeda única em momento oportuno.

 

"Vai decidir-se quando for necessário tomar a decisão", afirmou Seibert, que se escusou a comentar a eventual candidatura do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, ou do seu homólogo francês, Pierre Moscovici, os dois nomes que, até agora, têm sido mais apontados.

 

Juncker, cujo terceiro mandato terminou em Julho, anunciou no início deste mês que deixará definitivamente a presidência do Eurogrupo no final do ano ou início de 2013.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio