Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Münchau defende que a crise só será resolvida com perdão de dívida das instituições europeias

O colunista do "Financial Times" considera que a crise da dívida europeia apenas será resolvida se o sector oficial - instituições como FMI ou o BCE - aceitarem perdas na dívida que detêm de países sobreendividados.

Sofia A. Henriques/Negócios
Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 13 de Setembro de 2013 às 12:58
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...

"É preciso reestruturar a dívida. A minha solução preferida para a crise europeia passa por manter todos na Zona Euro, envolver o sector oficial e reestruturar a dívida, mas o contribuinte terá de pagar", afirmou Wolfgang Münchau, durante a sua intervenção na conferência "Portugal Europeu, e agora?", organizada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos. Até agora, o envolvimento do sector oficial tem sido um tabu na Zona Euro, que nunca quis ultrapassar essa fronteira, apesar de já ter imposto perdas a bancos e contribuintes.

 

Em relação ao sector financeiro, Münchau considera que já foram dados passos importantes nos últimos meses no sentido de criar uma união bancária, mas faltará uma "ferramenta crítica, que é a partilha da dívida entre os diferentes bancos do euro". "Dificilmente haverá capacidade para lidar com uma crise do tipo do Lehman Brothers", acrescentou.

 

O colunista considera que a saída da Europa de uma "depressão muito grave" se fará com uma "recuperação superficial". "Eles estão a fazer coisas para resolver a crise - FEEF, MEE, OMT, fiscal compact - mas não estão a fazer o que é preciso."

Ver comentários
Saber mais Wolfgang Münchau Zona Euro crise europeia Europa reestruturação da dívida perdão da dívida
Outras Notícias