União Europeia Portugal tem mais pessoas a trabalhar em casa do que a média da UE

Portugal tem mais pessoas a trabalhar em casa do que a média da UE

Cerca de 5% das pessoas trabalham a partir de casa na União Europeia, revelam os dados do Eurostat. Em Portugal a percentagem é um pouco maior, mas é a mais baixa dos últimos seis anos.
Portugal tem mais pessoas a trabalhar em casa do que a média da UE
SeongJoon Cho/Bloomberg
Sara Antunes 20 de junho de 2018 às 11:11

A percentagem de pessoas empregadas, com idades entre os 15 e os 64 anos, que costumam trabalhar a partir de casa aumentou, na União Europeia, para 5%, em 2017, revelam os dados do Eurostat divulgados esta quarta-feira, 20 de Junho. Na Zona Euro, a percentagem aumentou para 5,7%. Em ambos os casos estas percentagens são as mais elevadas desde 2012.

 

Portugal está acima destes valores (5,9%), mas registou uma dinâmica diferente. Em 2017, houve uma redução das pessoas que trabalham a partir de casa, com a percentagem a ser inclusivamente a mais baixa desde 2011, segundo os dados do Eurostat.

 

O instituto de estatísticas da UE realça que as mulheres representam a maior fatia de pessoas que trabalham a partir de casa, com excepções para os Países Baixos e a Dinamarca, onde há mais homens a trabalhar em casa.

 

O Eurostat revela ainda que a percentagem de população a trabalhar em casa aumenta entre as faixas etárias mais altas.




Marketing Automation certified by E-GOI