Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

S&P garante "rating" máximo ao Reino Unido depois de melhoria de perspectiva

A economia britânica está a recuperar e isso é justificação para que não haja uma perspectiva negativa sobre a classificação de risco máxima do Reino Unido.

Bloomberg
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 13 de Junho de 2014 às 19:48
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

Dois anos depois de ter ameaçado o Reino Unido para uma possível redução do "rating" da dívida, a Standard & Poor’s mudou de opinião. Esta sexta-feira, 13 de Junho, a agência de notação financeira norte-americana passou a perspectiva de "negativa" para "neutral".

 

Quer isto dizer que o Reino Unido não corre, já, o risco de ver a sua dívida perder a classificação de risco máxima "AAA". A justificação para esta decisão, anunciada no mesmo dia em que a Fitch reafirmou o "rating" do país no segundo nível mais elevado, é dada pelo desempenho económico.

 

"A revisão da perspectiva reflecte a nossa visão de uma recuperação robusta e alargada na economia britânica, a que se acrescenta o progresso adicional que o governo está a fazer na consolidação das finanças públicas", escreve a S&P na nota divulgada e citada pela agência Bloomberg.

 

A previsão da agência é para uma expansão de 3% do PIB britânico este ano. A Fitch também apontou as razões económicas para a melhoria da nota da dívida britânica. 

 

A S&P vê o Reino Unido como tendo uma economia diversificada e saudável debaixo de um enquadramento político estável, o que também contribui para que tenha deixado de perspectivar um corte do "rating" no médio prazo. 

 

 

Ver comentários
Saber mais Standard & Poor's Reino Unido Fitch
Outras Notícias