União Europeia Vítor Constâncio: BCE vai recrutar mais de 500 pessoas para a supervisão bancária

Vítor Constâncio: BCE vai recrutar mais de 500 pessoas para a supervisão bancária

O vice-presidente da autoridade monetária afirmou que o número de contratações para a entidade de supervisão bancária deverá ultrapassar as 500 sem atingir as 1000. O processo de recrutamento deverá ficar a cargo dos bancos centrais nacionais.
Vítor Constâncio: BCE vai recrutar mais de 500 pessoas para a supervisão bancária
Rita Dias Baltazar 14 de dezembro de 2012 às 13:55

O Banco Central Europeu (BCE) vai aumentar o número de postos de trabalho para executar as novas funções como entidade de supervisão bancária.

 

Vítor Constâncio, vice-presidente da autoridade monetária, afirmou que o número de novas contratações “terá de ser ligeiramente acima de 500, mas sem chegar aos 1000”. Na entrevista à Bloomberg TV, o antigo governador do Banco de Portugal acrescentou que “tudo terá agora de ser analisado em detalhe depois de decisões muito recentes”.

 

Os ministros das finanças da União Europeia (UE) acordaram esta semana que o BCE ficaria responsável pela vigilância de seis mil bancos da Zona Euro. Esta medida abre caminho para que os bancos possam ser directamente intervencionados.

 

O novo supervisor deverá estar operacional a 1 de Março de 2014. Entre 150 a 200 bancos serão automaticamente controlados pelo BCE e os outros serão colocados sob vigilância da autoridade monetária, se necessária.

 

A autoridade monetária não publicou ainda estimativas de quantas pessoas serão contratadas para desempenhar as novas obrigações, segundo a agência Bloomberg.

 

“O recrutamento terá de ser feito maioritariamente pelas autoridades nacionais, o que significa supervisores nacionais ou bancos centrais nacionais”, afirmou Constâncio, acrescentado que as novas contratações serão empregadas pelo BCE.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI