Zona Euro Infografia: Quanto, quando e a quem a Grécia tem de pagar este ano

Infografia: Quanto, quando e a quem a Grécia tem de pagar este ano

Entre pagamentos ao FMI, BCE e reembolsos de bilhetes do Tesouro, a Grécia terá que desembolsar perto de 8 mil milhões de euros. Antes, no final deste mês, tem que pagar perto de 1,6 mil milhões de euros ao FMI.

Mais de um terço (35%) da dívida pública que a Grécia tem de reembolsar neste ano, e que totaliza cerca de 22 mil milhões de euros, é devida ao BCE que, em 2010, comprou no mercado secundário grandes quantidades de títulos soberanos gregos (e também portugueses, espanhóis, italianos e irlandeses) para tentar fazer descer os custos de financiamento do Estado helénico. Segundo cálculos do Negócios, com base num "research" do UBS, até ao fim do ano têm de pagos 7,87 mil milhões de euros referentes a títulos emitidos pelos governos gregos que chegam agora à maturidade. 


Embora tenha dinheiro a receber no quadro do segundo resgate, que expira no fim de Junho, Atenas começou neste ano a devolver ao FMI o primeiro empréstimo concedido em 2010, e este é o terceiro maior credor na folha de pagamentos deste ano, após o BCE. Atenas tem ainda de pagar até Dezembro mais 4,3 mil milhões de euros à instituição sedeada em Washington, tendo optado por agrupar os quatro pagamentos previstos para Junho para uma única tranche no final deste mês.

Com as negociações entre Atenas e os credores num impasse, o grande teste para o Governo grego está agora no final de Junho, quando terá que pagar 1,6 mil milhões de euros ao FMI, e a 20 de Julho, quando terá que reembolsar o BCE em 3,62 mil milhões de euros.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI