Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ainda não há acordo entre Chipre e Rússia, mas negociações continuam

O ministro das Finanças cipriota disse esta manhã que ainda não há uma decisão em torno do apoio que Moscovo poderá dar a Nicósia. No entanto, as negociações irão continuar.

Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 20 de Março de 2013 às 09:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

"Tivemos uma discussão muito honesta, em que sublinhámos as dificuldades desta situação", afirmou Michael Sarris (na foto antes do encontro com os responsáveis russos), citado pela Reuters, à saída de um encontro em Moscovo com o ministro russo, Anton Siluanov. "Vamos continuar a nossa discussão para encontrar uma solução pela qual consigamos ter algum apoio."

 

Segundo a jornalista do "Wall Street Journal", Matina Stevis, Sarris terá mesmo dito que ficará na Rússia até ter concluído um acordo com Moscovo. "Não houve ofertas, nada concreto... Estamos contentes com um bom início", referiu.

 

Um empréstimo bilateral com a Rússia tem emergido como uma hipótese cada vez mais provável, principalmente depois de o Parlamento cipriota ter chumbado o imposto sobre os depósitos, inviabilizando o plano de resgate desenhado pelas autoridades europeias e o FMI.

 

Várias agências internacionais apontam que o Chipre pediu a Moscovo uma extensão por cinco anos do empréstimo de 2,5 mil milhões de euros, que vence em 2016, bem como uma redução da taxa de juro, actualmente nos 4,5%. Contudo, a intervenção russa pode ir ainda mais longe, especulando-se acerca de um novo empréstimo que substitua ou complemente o financiamento comunitário. Questionado pelos jornalistas, o ministro das Finanças do Chipre disse que as negociações com a Rússia "vão para além" de uma extensão de maturidades.

 

Outra hipótese que tem sido lançada para a discussão pública é um acordo com a Gazprom, que reestruturaria os bancos cipriotas em troca dos direitos de exploração do gás natural.

Ver comentários
Saber mais Chipre Rússia empréstimo resgate Europa crise negociações
Mais lidas
Outras Notícias