Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alemanha: Encomendas à indústria superam expectativas dos analistas em Novembro

As encomendas à industria alemã cresceram, em Novembro, acima do esperado pelos analistas. Este indicador registou um aumento de 2,1% face a Outubro.

Reuters
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 08 de Janeiro de 2014 às 11:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

As encomendas à indústria alemã cresceram 2,1% em Novembro face ao mês anterior. Este valor superou as expectativas dos analistas consultados pela Bloomberg, que apontavam para um crescimento de 1,5% face a Outubro.

 

Em termos homólogos, o crescimento deste indicador foi mais acentuado. Face a Novembro de 2012, as encomendas à industria germânica cresceram 6,8% quando ajustadas ao número de dias de trabalho.

 

O valor atingido por este indicador vem fortalecer a ideia de que a economia alemã está a recuperar de forma sustentada. “Os sinais apontam para que a economia germânica vá continuar em forte crescimento no primeiro semestre de 2014”, afirmou Stefan Muetze, economista da Helaba, à Bloomberg. “Isso é bom para toda a Zona Euro e vai suportar a recuperação da região este ano”, acrescentou.

 

No final de 2013, a taxa de desemprego caiu mais do que o estimado pelos analistas. De acordo com os dados do Eurostat, divulgados esta terça-feira, a taxa de desemprego no país, em Novembro, foi de 5,2%, valor já registado, pelo menos nos dois meses anteriores, e que contrasta com os 5,4% registados em Novembro de 2012. Já no que diz respeito às vendas a retalho, este indicador subiu para o valor mais elevado em três meses.

 

O Banco Central da Alemanha estima que a sua economia registe um crescimento de 1,7% em 2014 e 2% em 2015. Já o Banco Central Europeu, para os 18 países da união monetária, estima que a economia registe uma expansão de 1,1% em 2014 e de 1,5% em 2015.

Ver comentários
Saber mais Stefan Muetze Zona Euro Eurostat Banco Central da Alemanha Banco Central Europeu encomendas à indústria Alemanha
Outras Notícias