Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dijsselbloem lamenta resultado do referendo e aguarda propostas de Atenas

“Lamento muito” o resultado do referendo grego, disse o presidente do Eurogrupo em reacção à vitória do “não” no referendo. Apesar do desfecho da consulta popular, Dijsselbloem garante que para a recuperação da economia grega, “medidas e reformas difíceis são inevitáveis”.

Reuters
David Santiago dsantiago@negocios.pt 05 de Julho de 2015 às 23:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

A vitória do "não" no referendo realizado este domingo, 5 de Julho, foi mal recebida por Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo. "Lamento muito" o resultado do referendo começou por admitir o político holandês que, ainda assim, garantiu "tomar nota" da vontade demonstrada pela população grega.

 

Jeroen Dijsselbloem considera tratar-se de um "resultado lamentável para o futuro da Grécia". Até porque para propiciar a recuperação da economia grega, "medidas e reformas difíceis são inevitáveis", sustentou o líder do Eurogrupo.

 

Tal como Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu, também Dijsselbloem disse que a bola permanece do lado grego, cujas autoridades terão de apresentar propostas credíveis que permitam retomar as negociações.

 

Para a próxima terça-feira, 7 de Julho, fica marcada a discussão do panorama resultante do referendo grego. 

Ver comentários
Saber mais Disselbloem Grécia Referendo Eurogrupo
Outras Notícias