Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro cai 0,5% perante impasse das negociações com a Grécia

A ausência de um acordo num fim-de-semana que era visto como o derradeiro está a penalizar a moeda única. Está a cair na abertura dos mercados asiáticos o mesmo que tinha ganho nas últimas cinco sessões.

Bloomberg
Paulo Moutinho 12 de Julho de 2015 às 20:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Faltam ainda algumas horas para a abertura dos mercados europeus, mas o euro já está a ser transaccionado nos mercados asiáticos. E está a perder valor contra a divisa norte-americana. Cai mais de 0,5% com o impasse entre os líderes europeus e a Grécia.

 

O Eurogrupo deste fim-de-semana era visto como o derradeiro para que fosse alcançado um acordo entre os parceiros europeus e o governo grego, mas o impasse manteve-se. E já está a ter reflexo nos mercados, com o euro a ser o primeiro a reagir em queda.

 

De acordo com os dados da Bloomberg, na abertura da negociação na Ásia, a divisa europeia caia 0,56% para 1,1099 dólares. Mas já esteve a perder 0,59%, para 1,1096 dólares, mais do que anulando os ganhos acumulados nas últimas sessões com a expectativa de um acordo. Tinha subido 0,43%.

 

A exigência de mais medidas de austeridade à Grécia, que terão de ser aprovadas no parlamento até quarta-feira, 15 de Julho, está a colocar pressão no mercado cambial, algo que deverá pesar também no arranque da negociação tanto das acções como das obrigações europeias esta segunda-feira.

 

Na semana passada, os índices dos países da periferia do euro registaram ganhos de mais de 2%, com o Stoxx 600 a subir 1,4% em cinco sessões. E os juros da dívida também recuaram. A taxa das obrigações do Tesouro a 10 anos, que chegou a superar os 3%, fechou a semana abaixo dessa fasquia. Encolheu 9,8 pontos base em cinco sessões, recuando para os 2,84%, um mínimo desde 25 de Junho.

 

(Notícia actualizada às 20h11 com mais informações sobre a negociação da moeda única europeia.)

Ver comentários
Saber mais euro crise Grécia mercados EUA Alemanha Eurogrupo
Outras Notícias