Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Eurogrupo com acordo de princípio para a Grécia

O acordo para a Grécia prevê uma extensão do programa de resgate em quatro meses, de acordo com a informação de alguns órgãos de comunicação. Este programa de financiamento provisório não inclui medidas de austeridade, avança a imprensa grega.

Reuters
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 20 de Fevereiro de 2015 às 18:40
  • Partilhar artigo
  • 49
  • ...

O terceiro Eurogrupo em 10 dias arrancou passadas duas horas do planeado. As reuniões bilaterais dominaram o dia em Bruxelas, com as negociações a serem dominadas por Yanis Varoufakis, Wolfgang Schäuble, Jeroen Dijsselbloem, Pierre Moscovici e Christine Lagarde.

 

Ao final da tarde, começaram a chegar notícias de Bruxelas de que há um acordo de princípio para a Grécia. Um documento provisório foi acordado e vai ser agora submetido à aprovação dos parceiros europeus.

 

O documento estará a ser apresentado pelo líder do Eurogrupo aos parceiros europeus, com os detalhes a poderem ficar fechados nos próximos dias. É de destacar, no entanto, que o acordo ainda precisa de ter luz verde dos 19 estados-membros do euro.

 

"Existe um acordo de princípio para um comunicado entre os parceiros institucionais. Está a ser agora apresentada a todos os ministros. Os detalhes poderão ser definidos mais tarde. Vamos ver", confirmou um diplomata grego à Reuters.

 

Segundo a imprensa grega, o acordo prevê uma extensão do programa de resgate em quatro meses. Este programa de financiamento provisório não inclui medidas de austeridade. Nele, o Governo de Alexis Tsipras compromete-se a não tomar qualquer medida unilateral como aumentar o salário mínimo.

 

Se aprovado, o Executivo helénico terá que apresentar na segunda-feira uma "lista de reformas" aos seus credores. Estas reformas não incluem qualquer medida que venha a piorar a situação humanitária da Grécia, conforme pretendido por Atenas, avança a estação grega Mega TV.

 

(Notícia em actualização)

Ver comentários
Saber mais Eurogrupo Grécia Governo de Alexis Tsipras Christine Lagarde Wolfgang Schäuble Jeroen Dijsselbloem economia negócios e finanças política Pierre Moscovici
Outras Notícias