Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Excedente externo da Alemanha atinge novo recorde

Estados Unidos já colocaram a maior economia europeia na lista dos países que beneficiam de uma vantagem cambial "injusta".

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 10 de Maio de 2016 às 11:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A economia alemã gerou um excedente externo de 30,4 mil milhões de euros no mês de Março, um valor recorde que compara com os 21,1 mil milhões de euros registados no mês anterior.

De acordo com os dados revelados pelo instituto de estatística do país, o excedente comercial (que mede apenas a diferença entre importações e exportações) também atingiu um máximo histórico, ao fixar-se em 26 mil milhões de euros.

 

O forte desequilíbrio nas contas externas alemãs não é de hoje, mas a maior dimensão do excedente da maior economia alemã já levou os Estados Unidos a incluir o país na lista das economias que beneficiam de uma vantagem cambial "injusta".

 

Isto apesar de a taxa de câmbio do euro não ter a influência directa da Alemanha, já que é o Banco Central Europeu que define a política monetária de todos os países do euro. Também a China, o Japão e a Coreia do Sul integram esta lista que os EUA actualizaram a 29 de Abril.

 

Na justificação para incluir a Alemanha na lista, o Tesouro dos EUA argumentou que a maior economia europeia poderia utilizar o forte excedente para impulsionar o crescimento da Zona Euro, refere a Bloomberg.

 

O elevado excedente alemão também já levou a Comissão Europeia a integrar o país na lista dos que apresentam desequilíbrios excessivos, onde também se encontram a Finlândia, Irlanda, Holanda, Espanha, Suécia e Eslovénia.

 

 

 

 

 

 

 

Ver comentários
Saber mais Estados Unidos Alemanha Banco Central Europeu Excedente externo
Outras Notícias