Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Exportações alemãs registam a maior queda desde 2009

A maioria economia da Zona Euro continua a ser afectada pela situação dos mercados emergentes, em particular da China. Após ser revelado que a produção industrial registou uma queda inesperada em Agosto, foi esta quinta-feira divulgado que as exportações caíram 5,2% no mesmo mês.

A carregar o vídeo ...
Weak German Exports: Should Investors Be Worried?
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 08 de Outubro de 2015 às 07:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
As exportações alemãs registaram, durante o mês de Agosto, a maior queda desde Janeiro de 2009. De acordo com os dados do gabinete de estatística germânico, as vendas de bens e serviços ao exterior recuaram em 5,2% face ao mês anterior, quando os economistas contactados pela Bloomberg esperavam uma queda de apenas 0,9%.

As importações também diminuíram, em 3,1%, levando o défice comercial a cair para 15,3 mil milhões de euros.   

Esta quarta-feira, 7 de Outubro, foi divulgado que a produção industrial do país, ajustada à inflação e à sazonalidade, caiu 1,2%, em Agosto, quando comparado com o mês anterior. Os economistas consultados pela agência de informação norte-americana anteviam uma subida de 0,2%.

 

Já analisando os dados homólogos, a produção industrial cresceu 2,3%.

 

A Alemanha dá assim sinais de estar a ser afectada pelo abrandamento da economia chinesa, bem como de outros mercados emergentes, que têm sido fundamentais para o crescimento das exportações da maior economia europeia. As encomendas à indústria alemã de países que não pertencem à Zona Euro caíram mais de 13% no acumulado de Julho e Agosto, adianta a Bloomberg.



Ver comentários
Saber mais Alemanha Zona Euro exportações produção industrial
Outras Notícias