Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundador alemão do euro invoca o fim da moeda “catastrófica”

O antigo ministro das Finanças da Alemanha, que ajudou a instituir o euro, pede o fim da moeda única para que os países do sul da Europa possam encontrar o caminho para a recuperação económica.

Inês Balreira inesbalreira@negocios.pt 06 de Maio de 2013 às 14:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 46
  • ...

Oskar Lafontaine, ministro das Finanças alemão em 1999, ano em que entrou em circulação a moeda única, defende agora o fim da moeda, que apelida de “catastrófica”, como forma de permitir a recuperação económica dos países da periferia europeia.

 

“A situação económica piora de mês para mês e o desemprego atingiu um nível que coloca as estruturas democráticas em questão”, afirmou Lafontaine, citado pelo “The Telegraph” O antigo ministro referiu ainda que os esforços de 1999 em torno da criação do euro, como ferramenta para impulsionar “um comportamento económico racional” foram “em vão”. Lafontaine considera também que a política de forçar Espanha, Portugal e Grécia a realizar desvalorizações internas foi uma “catástrofe”.

 

Numa comunicação disponibilizada no portal online do Partido de Esquerda alemão, na última semana, Lafontaine advoga que “os alemães ainda não perceberam que o sul da Europa, incluindo a França, vai ser forçado pela sua miséria actual a lutar, mais cedo ou mais tarde, contra a hegemonia alemã”.

 

O antigo ministro considera ainda que Angela Merkel só “vai despertar do seu sono hipócrita” quando “os países europeus unirem esforços para forçar uma mudança de política”, às custas da Alemanha.

 

No documento, Lafontaine defende ainda uma reestruturação do sistema bancário europeu, medidas de controlo mais estritas sobre os credores e o regresso ao sistema monetário europeu que antecedeu a divisa comunitária.

 

Lafontaine está afastado das lides políticas, contudo, continua a ser um membro influente do Partido de Esquerda alemão, formado em 2007, resultado da fusão do antigo “Partido do Socialismo Democrático” com a “Alternativa Eleitoral para o Trabalho e a Justiça Social”.

 

Ver comentários
Saber mais Oskar Lafontaine euro Europa Alemanha
Mais lidas
Outras Notícias