Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lagarde afasta tratamento especial à Grécia

A directora-geral do FMI deixa o alerta ao Syriza que a Grécia tem que respeitar as regras da Zona Euro.

26 de Janeiro - Lagarde

“Há regras internas na Zona Euro que têm que ser respeitadas. Não podemos criar categorias diferentes para diferentes países. Há reformas profundas que permanecem por fazer”.
Negócios 26 de Janeiro de 2015 às 12:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

Christine Lagarde reagiu esta segunda-feira à vitória do Syriza nas eleições gregas, deixando o alerta que o país tem que respeitar as regras da Zona Euro e não pode reclamar um tratamento especial.

 

Em entrevista ao Le Monde, citada pela Reuters, a directora-geral do FMI assinalou que "há regras internas na Zona Euro que têm que ser respeitadas". Acrescentou que "não podemos criar categorias diferentes para diferentes países".   

 

Lagarde acrescentou que a Grécia tem a necessidade de avançar com reformas estruturais chave, tais como na arrecadação de impostos. "Não é uma questão de medidas de austeridade, há reformas profundas que permanecem por fazer", alertou.

 

A vitória da força liderada por Alexis Tsipras foi superior à antecipada e ficou muito próxima da maioria absoluta (149 dos 151 assentos necessários) – o líder já anunciou que não vai entrar em ruptura com os credores da Grécia mas também lembrou que a Grécia está contra mais medidas de austeridade. O Syriza já conseguiu formar uma aliança com os Gregos Independentes (partida de direita nacionalista) para formar um governo de maioria e deverá toma posse já esta segunda-feira.  

 

Ver comentários
Saber mais Christine Lagarde Zona Euro FMI Grécia Alexis Tsipras Gregos Independentes
Mais lidas
Outras Notícias