Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Merkel quer fomentar crescimento e evitar subida de impostos na Alemanha

"A principal missão em matéria de política económica" é possibilitar o crescimento em condições difíceis e garantir os postos de trabalho, refere Merkel em declarações ao jornal Braunschweiger Zeitung.

Lusa 17 de Dezembro de 2012 às 09:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A chanceler alemã, Angela Merkel, aposta na Alemanha para fomentar o crescimento, defender o emprego e evitar subidas de impostos face à debilidade conjuntural da economia na zona do euro, disse em entrevista hoje divulgada.

 

"A principal missão em matéria de política económica" é possibilitar o crescimento em condições difíceis e garantir os postos de trabalho, refere Merkel em declarações ao jornal Braunschweiger Zeitung.

 

A chanceler alemã rejeitou categoricamente o aumento de impostos.

 

Entre outros, Angela Merkel rejeitou a possibilidade de aumentar os impostos sobre a sucessão ou património, já que isso "prejudicaria a classe média alemã, a espinha dorsal da Alemanha". 

 

Por outro lado, o presidente da Confederação das Associações Patronais da Alemanha (BDA), Dieter Hundt, conta para 2013 com um novo crescimento da economia e subidas salariais e mostra-se convicto de que a "Alemanha não entrará em recessão".

 

O bom desenvolvimento salarial de 2011 e 2012 terá continuidade no próximo ano, afirmou Hundt em declarações ao jornal Rheinischen Post, comentando que "se as empresas estão bem, devem beneficiar também os seus empregados".

 

Em caso de nova quebra conjuntural, o presidente do patronato alemão propõe activar de novo a legislação no sentido da redução horária da semana laboral, conhecida como "Kurzarbeit", que permite conservar postos de trabalho e evitar despedimentos.

Ver comentários
Saber mais Merkel Alemanha
Outras Notícias