Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Merkel avisa que Eurogrupo de sábado é "decisivo" para a Grécia

A reunião do Eurogrupo de Sábado é "decisiva" na óptica de Merkel e "crucial" segundo Hollande. Os líderes europeus mostram sinais de impaciência sobre as negociações com a Grécia e avisam que este fim-de-semana é tempo de tomar decisões.

Reuters
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 26 de Junho de 2015 às 08:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

Na segunda-feira, quando aconteceu a primeira reunião do Eurogrupo desta semana, a chanceler alemã avisou que ainda havia muito tempo para se chegar a um entendimento sobre a Grécia. Foi das primeiras a sinalizar que Atenas e os credores não iriam obter um acordo.

O discurso de Merkel já mudou. Depois de uma maratona esta semana de negociações ao nível técnico, entre ministros das Finanças e entre líderes europeus, a líder alemã diz que agora é o tempo de tomar decisões, dando o fim-de-semana como prazo limite.

 

"Concordámos que temos de continuar a trabalhar porque o tempo está a esgotar-se e a reunião do Eurogrupo no sábado vai ter uma importância decisiva", afirmou Merkel na madrugada desta sexta-feira aos jornalistas em Bruxelas, depois de concluída uma cimeira europeia que teve a crise grega como pano de fundo. De acordo com os relatos da imprensa, Merkel terá dito aos seus homólogos que este fim-de-semana é preciso ter um acordo fechado.

 

Os ministros das Finanças do euro decidiram ontem suspender o terceiro Eurogrupo da semana e marcar um outro para Sábado, uma vez que em cima da mesa tinham duas propostas de medidas a tomar pelo Governo grego, que permita desbloquear as verbas que o país precisa para não entrar em incumprimento com o FMI. Uma dos credores que o Governo grego recusa e outra do Governo grego que os credores não aceitam.

 

Também o Presidente francês, François Hollande assinalou a importância do Eurogrupo deste sábado, afirmando que é uma reunião "crucial". "Considero que a reunião de sábado é crucial porque o prazo [para pagar ao FMI] termina a 30 de Junho", disse Hollande.

 

Caso não seja possível chegar a entendimento no Eurogrupo deste sábado, os líderes europeus querem que os ministros das Finanças discutam como devem agir para líder com as consequências. Impor controlo de capitais na Grécia poderá ser uma das soluções, para estancar a saída de depósitos dos bancos do país.  

Ver comentários
Saber mais Eurogrupo Merkel François Hollande FMI Grécia
Mais lidas
Outras Notícias