Zona Euro Padoan: Só Itália, França e Chipre apoiaram a Grécia

Padoan: Só Itália, França e Chipre apoiaram a Grécia

O ministro das Finanças de Itália relevou numa entrevista a um jornal do país que a maioria dos Estados-membro estiveram alinhados com a posição mais dura da Alemanha.  
Padoan: Só Itália, França e Chipre apoiaram a Grécia
Bloomberg
Negócios 14 de julho de 2015 às 13:45

Só Itália, França e Chipre suportaram a obtenção de um compromisso para a Grécia na cimeira do euro que decorreu do domingo, de acordo com o ministro das Finanças de Itália.

 

Em entrevista ao jornal Il Sole 24 Ore, citada pela Reuters, Pier Carlo Padoan revelou que os restantes países da Zona Euro ficaram ao lado da Alemanha na "posição mais dura" para a Grécia. No final, "apenas nós, os franceses e também um pouco o Chipre estávamos lá para atingir um compromisso", revelou.

 

Acerca do acordo alcançado após uma maratona negocial de 17 horas, Padoan afirmou que "evitamos o pior", ou seja, a saída da Grécia do euro, mas nada está garantido.

 

"Temos pela frente um caminho muito complexo, cujo resultado não pode ser dado por garantido", acrescentou.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI