Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Partido anti-euro alemão diz-se "muito reconhecido" a Tsipras

O líder do partido anti-euro da direita alemã Alternatif für Deutschland (AfD), Bernd Lucke, disse-se hoje "muito reconhecido" ao novo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, por ter mostrado aos dirigentes europeus "que isto não pode continuar assim".

Lusa 01 de Fevereiro de 2015 às 17:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

"Estou-lhe muito reconhecido por se ter levantado e ter mostrado a essas pessoas na UE [União Europeia] que isto simplesmente não pode continuar assim", disse Lucke durante o congresso do partido em Bremen (norte), citado pela agência France Presse.

 

A AfD, criada em 2013, assenta o seu discurso político no descontentamento daqueles alemães que se consideram explorados na União Europeia, que os obriga a "pagar" pelos erros cometidos pelos países em crise.

 

Bernd Lucke, um professor de Economia que se lançou na política defendendo o fim do euro, também manifestou o seu apoio à vontade do Governo grego de um perdão ou uma renegociação da dívida pública (175% do PIB da Grécia).

 

"Não há outra solução", disse, acrescentando, no entanto, que esse perdão deve implicar a saída da Grécia da zona euro.

 

Por outro lado, defendeu, Tsipras não deve esperar novas ajudas europeias e, se as pedir, a Alemanha deve "dizer-lhe claramente que não pode ser".

 

A AfD, que reúne cerca de 6% das intenções de voto, elegeu sete deputados nas eleições europeias de maio passado e, em 2013, três deputados em três assembleias regionais alemãs da ex-RDA. Nesta fase, espera eleger também pelo menos um deputado à assembleia regional de Hamburgo, onde as eleições estão marcadas para 15 de Fevereiro.

 

Ver comentários
Saber mais Bernd Lucke Tsipras AfD
Mais lidas
Outras Notícias