Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal foi o segundo país da Zona Euro onde o desemprego mais desceu

A taxa de desemprego em Portugal é a quinta mais elevada da Zona Euro, igual à registada em França.

Paulo Duarte
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 03 de Abril de 2017 às 10:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

A descida da taxa de desemprego em Portugal no mês de Fevereiro, em comparação com o mesmo mês do ano passado, foi a segunda mais acentuada entre todos os países da Zona Euro.

 

De acordo com os dados do Eurostat, publicados esta segunda-feira, 3 de Abril, só em Espanha a taxa de desemprego registou uma queda mais forte. No país vizinho desceu de 20,5% para 18%, enquanto em Portugal recuou de 12,2% em Fevereiro de 2016 para 10% em Fevereiro deste ano, tal como o INE tinha já revelado na semana passada.

 

Tendo em conta todos os países da União Europeia, a Croácia conseguiu uma descida mais forte do desemprego (2,8 pontos percentuais para 11,6%).

 

A descida registada em Portugal permitiu que a taxa seja agora a quinta mais elevada entre os países do euro, mas igual à de França, onde também se situa nos 10%. Nos anos em que a taxa de desemprego atingiu máximos em Portugal, o país tinha o terceiro registo mais elevado entre os países do euro, só atrás de Espanha e Grécia. Agora está também em valores inferiores aos verificados no Chipre e em Itália.

 

Desemprego renova mínimos na Zona Euro

 

Na Zona Euro a tendência também é de descida do desemprego, tendo fixado um novo mínimo desde Maio de 2009. Recuou uma décima face a Janeiro, para 9,5%. No conjunto da União Europeia a descida também foi de uma décima para 8%, um mínimo desde Janeiro de 2009.

 

De acordo com as estimativas do Eurostat, o número de desempregados na União Europeia é agora de 19,75 milhões, dos quais 15,439 milhões estão na Zona Euro.

 

No conjunto dos 19 países que partilham a moeda única o número de desempregados baixou em 140 mil face a Janeiro e em 1,246 milhões face a Fevereiro do ano passado.

 

A Alemanha (3,9%) e Malta (4,1%) registaram as taxas de desemprego mais reduzidas na Zona Euro, enquanto Espanha (18%) e Grécia (23,1%) têm os registos mais elevados.

 

No que diz respeito ao desemprego jovem, a taxa na Zona Euro situou-se em 19,4%, abaixo dos 21,6% registados há um ano. 

 

 

 

 

 

 

 

Ver comentários
Saber mais União Europeia Eurostat
Outras Notícias