Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Recapitalização dos bancos e alívio da dívida são as prioridades de Euclid Tsakalotos

No dia que voltou a tomar posse como ministro das Finanças, Euclid Tsakalotos definiu as prioridades da sua equipa: recapitalizar os bancos gregos e iniciar a discussão sobre o alívio da dívida pública.  

Reuters
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 23 de Setembro de 2015 às 14:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

"A nossa prioridade é a recapitalização dos bancos para que exista estabilidade na economia. Depois queremos concluir a [primeira] avaliação [do programa de ajuda externa] e iniciar as discussões sobre a dívida", disse Euclid Tsakalotos esta quarta-feira, 23 de Setembro, após ter tomado posse como ministro das Finanças.


O alívio da dívida pública é uma das principais prioridades do novo Governo de Alexis Tsipras. Após a vitória nas eleições legislativas do passado domingo, o Syriza sublinhou que a questão da dívida vai ser "a primeira e mais importantes batalha" do novo Executivo e que, para isso, vai "pedir a todas as forças políticas que suportem os nossos esforços".

Os credores já deixaram a porta aberta a um alívio da dívida grega, ainda que tenham colocado de parte qualquer tipo de perdão. E deixaram também claro que as negociações para este alívio só terão lugar depois de terminada a primeira avaliação da troika, prevista até meados de Novembro, e garantida uma nota positiva. Só depois o governo procurará avançar com a renegociação da sua dívida pública, que inclua extensão de maturidades e de períodos de carência, sendo que esta é uma condição para o FMI voltar a emprestar dinheiro à Grécia.

Os países europeus estarão também dispostos, no âmbito do terceiro resgate, a limitar os custos da Grécia com o pagamento de juros a 15% do PIB, o que possibilitará uma redução de juros caso a economia continue com má prestação. A agência Reuters noticiou na passada segunda-feira que Alexis Tsipras pretende criar um conselho nacional para a política europeia, que integre todos os partidos gregos e sirva de conselheiro do ministro das Finanças.

A recapitalização dos bancos deverá ter início após a avaliação do Banco Central Europeu e espera-se que esteja concluída até ao final deste ano. O empréstimo de 86 mil milhões de euros tem 25 mil milhões destinados a este fim.

Além da recapitalização do sector bancário e do alívio da dívida, o novo Governo de Alexis Tsipras tem outras tarefas entre mãos: o orçamento rectificativo e o orçamento para 2016 que garantam as medidas de contenção de despesa e aumentos de impostos acordadas em Agosto; os primeiros esboços de reformas nas pensões e nos impostos; e a criação do fundo de privatizações que irá gerir activos gregos que deverão render até 50 mil milhões de euros. 

Ver comentários
Saber mais Euclid Tsakalotos Alexis Tsipras FMI Grécia Banco Central Europeu
Outras Notícias