Zona Euro Situação na Grécia adia eleição do próximo presidente do Eurogrupo para Julho

Situação na Grécia adia eleição do próximo presidente do Eurogrupo para Julho

A eleição do novo presidente do Eurogrupo, prevista para a reunião desta quinta-feira no Luxemburgo, foi adiada para Julho. Jeroen Dijsselbloem justifica a decisão com o facto de a Grécia requerer "toda a atenção" dos ministros das Finanças da Zona Euro.
Situação na Grécia adia eleição do próximo presidente do Eurogrupo para Julho
Lusa 17 de junho de 2015 às 11:18

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, que é candidato à sua própria sucessão e disputará o cargo com o espanhol Luis de Guindos, anunciou esta quarta-feira, 17 de Junho, na sua conta oficial de Twitter que iria propor aos ministros das Finanças da Zona Euro o adiamento da eleição, já que "a Grécia requer toda a atenção".

Um alto responsável do Eurogrupo indicou que a eleição de presidente já foi retirada da agenda do encontro do Luxemburgo - que será dominado pela situação na Grécia -, e reagendada para a reunião do Eurogrupo prevista para 13 de Julho.

Dijsselbloem preside ao Eurogrupo desde 2013, tendo então sucedido ao agora presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, mas para ser reeleito terá que reunir mais apoios do que o ministro espanhol da Economia, Luis de Guindos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI