Zona Euro Varoufakis: Grécia vai trabalhar com as instituições europeias e não com a troika

Varoufakis: Grécia vai trabalhar com as instituições europeias e não com a troika

O ministro das Finanças da Grécia reitera que o país vai trabalhar com as instâncias europeias e não com a troika. Ao lado do presidente do Eurogrupo, Yanis Varoufakis afirmou que Atenas “vai tentar convencer os parceiros que é do interesse da Europa desenhar um novo acordo”.
Varoufakis: Grécia vai trabalhar com as instituições europeias e não com a troika
Reuters
Ana Laranjeiro 30 de janeiro de 2015 às 15:00

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, esteve esta sexta-feira, 30 de Janeiro, na Grécia. Encontrou-se com o novo primeiro-ministro, Alexis Tsipras, e com o ministro da Finanças, Yanis Varoufakis. Em conferência de imprensa após o encontro, Varoufakis sinalizou que a Grécia vai trabalhar com as instituições europeias e não com os representantes da troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional).

 

No primeiro discurso que fez após as eleições, Alexis Tsipras tinha já sugerido que não pretendia negociar com a troika mas sim com as instâncias europeias. "Amanhã [segunda-feira] começamos o trabalho duro. O juízo do povo grego foi claro e não deixa espaço a dúvidas. Fechamos um círculo vicioso de austeridade no nosso país. Foi o veredicto do povo. O povo grego deixa a troika no passado e assume o seu lugar. Estamos cientes de que o povo grego não está a dar hoje um cheque em branco, mas sim um mandato para um renascimento da nossa pátria, para a salvação social do país. Quero garantir que o novo Governo da Grécia estará disposto a colaborar com os nossos parceiros uma solução justa e viável para que a Grécia possa sair do círculo vicioso da dívida. Um diálogo sincero é o que queremos, e uma negociação justa", salientou Alexis Tsipras, no último domingo, 25 de Janeiro, no discurso de vitória.

 

Varoufakis, durante a conferência de imprensa de hoje, apontou que este Governo foi eleito dado

Vamos tentar convencer os parceiros que é do interesse da Europa desenhar um novo acordo.
 
Yanis Varoufakis
Ministro das Finanças da Grécia

que nega a lógica do programa de resgate. O economista apontou que Atenas não vai pedir uma extensão do programa de resgate, que termina no final de Fevereiro. E adiantou ainda que o Governo helénico vai tentar alcançar um novo acordo no âmbito do enquadramento da Zona Euro.

 

"Vamos tentar convencer os parceiros que é do interesse da Europa desenhar um novo acordo", afirmou ainda o ministro helénico das Finanças, citado pelo The Guardian.

 

Com menos de um mês para o fim do programa de resgate, Jeroen Dijsselbloem afirmou na conferência de imprensa, de acordo com o jornal britânico que cita a Reuters, que a Grécia e a Zona Euro vão decidir o que vai acontecer antes do término do programa.

 

Além disso, o responsável europeu rejeitou uma conferência para debater a redução da dívida helénica, dizendo que "existe já o Eurogrupo". Esta conferência era um dos pontos presentes no manifesto eleitoral do Syriza. A Irlanda já se tinha mostrado favorável à realização deste encontro antes do Syriza ser eleito para formar Governo. Porém, o FMI tinha já deixado alertas. 

 

Por outro lado, Varoufakis assegurou que a Grécia planeia implementar reformas que tornem a economia mais competitiva e que permitam ter orçamentos mais equilibrados.

 

Dijsselbloem pediu ainda a Atenas para respeitar os termos dos acordos já existes e alertou para a tomada de decisões unilaterais, dizendo que é importante não reverter os progressos que foram alcançados.

 

Tsipras: "Grécia não quer criar novos défices"

 

Fontes governamentais citadas pela agência grega ANA, salientam que Tsipras garantiu que a "Grécia não quer criar novos défices". "Mas também não queremos viver com défices sociais duradouros. Estamos comprometidos pelo mandato popular a implementar o nosso programa, que é focado na crise humanitária, no arranque da economia e restaurar o emprego", acrescentou.

 

(Notícia actualizada pela última vez às 15h57)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI