Finanças Públicas Balança corrente portuguesa a caminho de excedente de quase 5%

Balança corrente portuguesa a caminho de excedente de quase 5%

Há duas décadas que Portugal não apresentava contas externas com sinal positivo. Correcção desses desequilíbrios crónicos vai prosseguir, prevê o Banco de Portugal.
Balança corrente portuguesa a caminho de excedente de quase 5%
Eva Gaspar 26 de março de 2013 às 15:48

O Banco de Portugal antecipa um excedente da balança de bens e serviços menos expressivo para este ano do que previa em Novembro (2,8% do PIB, em vez de 3,1%). Em contrapartida, a balança corrente e de capital (agregado que inclui o anterior) deverá registar um excedente maior neste ano do que o inicialmente previsto (3,6% em vez de 3,1%), que será ampliado para 4,8% em 2014.

 

As novas projecções constam do Boletim Económico de Primavera, divulgado nesta terça-feira, 26 de Março.

 

“A economia portuguesa apresentou uma capacidade de financiamento em 2012, tendo o saldo da balança corrente e de capital passado de um défice de 5,8% do PIB em 2011 para um excedente de 0,8%”. Esta evolução positiva deve ser prosseguida em 2013 e 2014, representando um “aspecto marcante do processo de correcção do desequilíbrio externo, depois dos défices muito elevados registados durante um período prolongado”.

 

A melhoria do saldo externo, acrescenta o BdP, terá um impacto favorável na posição de investimento internacional da economia portuguesa e representa mais um "aspecto marcante da actual projecção".




Marketing Automation certified by E-GOI