Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BE: "A execução orçamental mostra que a reestruturação da dívida seria possível"

Para o líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, o Governo “escolheu as famílias para dar uma borla às empresas”.

Bruno Simão/Negócios
Diogo Ferreira Nunes diogonunes@negocios.pt 23 de Abril de 2014 às 18:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

“Esta é uma execução orçamental que agradará aos credores”. A declaração foi feita pelo líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, sobre os dados da execução orçamental entre Janeiro e Março de 2014.

 

Para o deputado do BE, os dados da Direcção-Geral do Orçamento (DGO) mostram que “a reestruturação da dívida pública seria possível” e “reduziria a pressão sobre as contas públicas e impediria um corte dos salários”.

 

O parlamentar destaca ainda que o Governo tem “escolhido cortar salários para pagar os juros da dívida”, o que, segundo o líder parlamentar do partido da oposição, “aumenta a desigualdade”.

 

Ainda em declarações aos jornalistas, Pedro Filipe Soares salientou que a subida de 7,8% na receita do IRS mostra que o Executivo "escolheu as famílias para dar uma borla às empresas".

 

Os dados da síntese de execução orçamental entre Janeiro e Março de 2014 indicam uma descida do défice da administração pública para 825 milhões de euros (menos 525 milhões de euros face ao período homólogo de 2013).

Ver comentários
Saber mais Pedro Filipe Soares Bloco de Esquerda execução orçamental política
Outras Notícias