Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Défice espanhol atinge 8,5% do PIB em 2011

Espanha fechou o ano de 2011 com um défice público de 8,51%, muito acima dos 6% com que se comprometeu com Bruxelas.

Negócios com Lusa 27 de Fevereiro de 2012 às 18:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Os números do défice foram esta tarde avançados pelo ministro das Finanças espanhol, Cristóbal Montoro, e estão em linha com as primeiras estimativas feitas pelo governo de Mariano Rajoy, eleito no passado mês de Novembro.
Na Administração Central o governo antecipava um défice de 4,8% do PIB mas este acabou por ser de 5,10%. Na Segurança Social, o défice de 2011 ficou nos 0,09%, quando o executivo antecipava um excedente de 0,4%.

Mas o maior desvio registou-se nas comunidades autónomas. As comunidades fecharam 2011 com um défice de 2,94%, quando o compromisso passava por reduzir o défice para 1,3%.
As comunidades com maiores défices foram Castela la Mancha (7,3%), Extremadura (4,59%) e Múrcia (4,33%). Apenas a Comunidade de Madrid cumpriu o objectivo fechando o ano com um défice de 1,13%.

Montoro afirmou que o desvio exige uma resposta "rápida e contundente" do Governo que no final do ano e já antecipando o aumento do défice face ao objectivo previsto aprovou um primeiro pacote de cortes totais de 15 mil milhões de euros.

O governante explicou que o executivo tinha até final de Março para enviar os dados da execução orçamental relativos a 2011 mas que decidiu antecipar o anuncio porque o Governo está já a preparar o tecto de gastos com base no qual se concluirá o Orçamento de Estado para este ano.

Recorde-se que Espanha tem como objectivo reduzir o défice este ano para 4,4% do PIB o que implica cortes adicionais nos gastos públicos de entre 40 e 45 mil milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Défice espanhol
Outras Notícias