Finanças Públicas DEO: estratégia orçamental não tem ainda os tectos de despesa

DEO: estratégia orçamental não tem ainda os tectos de despesa

O Documento de Estratégia Orçamental (DEO) 2013-2017 ainda não contém os tectos de despesa prurianuais nem a composição do esforço de redução do défice público. “Isso exige algumas semanas de trabalho”, disse Vítor Gaspar.
DEO: estratégia orçamental não tem ainda os tectos de despesa
Bruno Simão
Negócios 30 de abril de 2013 às 20:33

“O Documento de Estratégia Orçamental apenas inclui o esforço agregado, mas não a sua composição nem os tectos de despesa plurianuais”, disse esta terça-feira o ministro de Estado e das Finanças na Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública que está a decorrer desde o início da tarde.

 

Vítor Gaspar afirmou que a explicitação desses valores “exige ainda algumas semanas de trabalho”. Considerou que se trata “por isso de um documento mais aberto”.

 

“As medidas que serão explicitadas e o quadro plurianual serão colocados em discussão pública, pelo Governo, ainda esta semana”, afirmou o ministro aos deputados explicando que “as propostas e as opções do governo nesta matéria” serão apresentadas “separadamente do DEO”.

 

“Será documento para discussão e consensualização, não sendo fechado, mas sim aberto”, concluiu Vítor Gaspar.

 

O DEO, que substitui os programas de estabilidade e crescimento, costumam consagrar as medidas concretas, o que não acontece este ano.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI