Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dívida pública diminui no primeiro trimestre

Embora tenha aumentado quase dois mil milhões em termos nominais, em percentagem do PIB, a dívida pública portuguesa caiu ligeiramente entre Dezembro de 2015 e Março deste ano.

Miguel Baltazar
Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 19 de Maio de 2016 às 12:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 27
  • ...

É o segundo trimestre consecutivo de alívio do endividamento público. Segundo o Banco de Portugal, quando se olha para a dívida pública em percentagem do produto interno bruto (PIB), ela recuou 0,1 pontos percentuais entre o valor registado no final do quarto trimestre de 2015 e o primeiro trimestre de 2016. Passou de 129% para 128,9% do PIB. Em Setembro estava em 130,3%.

No início deste mês, os dados do Banco de Portugal apontavam para um agravamento da dívida pública entre Fevereiro e Março deste ano, quando esta passou de 231,3 para 233 mil milhões de euros. Esse valor mantém-se. No entanto, agora que já se conhece o PIB trimestral, é possível ver qual é o seu peso na economia nacional, que é a avaliação que interessa para as instituições internacionais.

Como a economia portuguesa cresceu, embora a dívida nominal tenha aumentado, em percentagem do PIB ela recua ligeiramente. O objectivo do Governo é atingir uma dívida pública de 124,8% do PIB no final do ano. A Comissão Europeia espera que fique nos 126%.

Na última nota do Banco de Portugal sobre a dívida, a instituição referia que o aumento de 1,7 mil milhões de euros da dívida pública entre Fevereiro e Março se deveu a "emissões líquidas positivas de títulos (1,4 mil milhões de euros), um aumento das responsabilidades em numerário e depósitos (0,5 mil milhões de euros) e uma diminuição de empréstimos (0,3 mil milhões de euros)".

Ver comentários
Saber mais dívida pública endividamento Estado contas públicas Banco de Portugal
Mais lidas
Outras Notícias