Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dívida pública quase inalterada em 252 mil milhões de euros em setembro

A meta do Ministro das Finanças, Mário Centeno, para a dívida das administrações públicas este ano é de 119,3% do PIB. Assumindo a estimativa mais recente para o PIB, o valor está neste momento abaixo do projetado pelo Governo.

EPA
Margarida Peixoto margaridapeixoto@negocios.pt 04 de Novembro de 2019 às 11:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...
A dívida pública ficou quase inalterada em setembro, em 252,3 mil milhões de euros, na ótica de Maastricht, revelou esta segunda-feira, 4 de novembro, o Banco de Portugal. Assumindo o valor estimado do PIB nominal para este ano, a dívida está em 118,8% do PIB, um pouco abaixo da projeção mais recente apresentada pelo ministro das Finanças.

Segundo o banco central, a dívida pública bruta aumentou 231 milhões de euros em setembro, face a agosto. Porém, líquida de depósitos das administrações públicas, baixou de 233,1 mil milhões de euros para 232,4 mil milhões. O Banco de Portugal explica que o aumento se deveu essencialmente "ao aumento das responsabilidades em depósitos parcialmente compensado pela diminuição dos títulos de dívida e dos empréstimos."

O Banco de Portugal não divulga ainda a estimativa do peso da dívida pública no PIB – o indicador mais relevante para avaliar a tendência da dívida pública. Porém, assumindo uma estimativa de PIB nominal de acordo com as projeções publicadas pelo Ministério das Finanças no esboço de orçamento do Estado enviado para Bruxelas, a dívida pública está neste momento em 118,8% do PIB, abaixo da meta de 119,3%.

Ainda assim, importa sublinhar que o valor da dívida pública apresenta alguma volatilidade mensal, consoante as idas ao mercado para financiamento e posterior abatimento de dívida.
Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal dívida pública Mário Centeno Ministério das Finanças endividamento
Outras Notícias