Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ecofin "não deve entrar em pânico". "Não há razão para accionar o resgate" da Irlanda

Os ministros das Finanças "não devem entrar pânico". "Não há razão para accionar um resgate". Quem o diz é o ministro dos Assuntos Europeus da Irlanda. E alerta para a necessidade de haver firmeza, caso contrário amanhã será outro o alvo dos mercados. As notícias sobre o possível resgate continuam a ser divulgadas.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Novembro de 2010 às 14:30
  • Partilhar artigo
  • ...
“Não há razão para accionar um resgate da UE ou do FMI”, afirmou à rádio da BBC, citado pelo Wall Street Journal, Dick Roche, ministro dos Assuntos Europeus.

“A Irlanda fez ajustes absolutamente massivos” e “nenhum outro país fez tais ajustes”, salientou.

“Os mercados não estão a trabalhar racionalmente”, mas “espero que depois do Ecofin seja introduzida mais lógica” em tudo isto.

Se hoje a irracionalidade dos mercados está a atingir a Irlanda, “amanhã será outro sítio qualquer. Esta é uma boa razão para os ministros se manterem firmes”, sublinhou.

A Irlanda está sob os holofotes, numa altura em que a pressão para que accione a ajuda europeia está a aumentar.

E apesar destas declarações, a Bloomberg noticiou há cerca de uma hora que a Irlanda está em conversações com a União Europeia e com o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre uma ajuda para melhorar o sistema financeiro, de acordo com fontes oficiais da UE, que não quiseram ser citados.

O próprio primeiro-ministro irlandês, Brian Cowen, admitiu a possibilidade de recorrer à ajuda para “reforçar a estabilidade financeira e do sector bancário”.

Estas declarações surgiram como uma abertura para uma ajuda da União Europeia, numa altura em que a pressão sobre o país está a aumentar, tendo já vários responsáveis europeus apelado e sugerido que a melhor solução para a região seria uma intervenção na Irlanda, cujos problemas no sector financeiro vai elevar o défice orçamental do país para 32% este ano.

O presidente da União Europeia, Herman van Rompuy, lançou hoje um alerta sobre a situação da Zona Euro. "Temos que trabalhar todos em conjunto para permitir que a zona euro sobreviva. Porque se a zona euro não sobreviver, a União Europeia também não sobreviverá", adiantou.

Ver comentários
Saber mais Irlanda Ecofin resgate
Outras Notícias