Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

FMI prepara plano de ajuda a Espanha que pode ascender a 300 mil milhões

Fontes do Fundo disseram ao "The Wall Street Journal" que está a ser preparado um plano de contingência.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 31 de Maio de 2012 às 19:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O Fundo Monetário Internacional (FMI) já começou a trabalhar num cenário que contemple um resgate de Espanha. Isto somente no caso de o país não conseguir reunir os recursos necessários para recapitalizar o Bankia, que é o terceiro maior banco espanhol por activos e que pediu na semana passada uma ajuda de 19 mil milhões de euros – que, a juntar-se a uma assistência anterior, eleva a assistência estatal a este banco a 23,5 mil milhões de euros.

A informação está a ser avançada pelo "The Wall Street Journal", que cita fontes envolvidas na gestão da crise espanhola e que dizem que a ajuda pode ser de 300 mil milhões de euros, faseada por três anos.

Um porta-voz do FMI, Gerry Rice, disse hoje, citado pela Reuters, que o FMI não está em conversações com Espanha com vista a uma possível ajuda financeira. Isto a propósito do encontro de hoje com a directora-geral do Fundo, Christine Lagarde (na foto), e a vice-primeira ministra espanhola, Soraya Saenz de Santamaría, consagrado aos mais recentes desenvolvimentos económicos em Espanha e na Zona Euro.

Mas agora o "WSJ" vem citar fontes próximas do FMI, que asseveram que esse cenário de possível resgate está a ser tido em conta.

"Tanto a União Europeia como o FMI querem evitar, a todo o custo, resgatar Espanha. No entanto, está em curso um plano inicial de ajuda, no departamento europeu do FMI, atendendo a que o país está a debater-se para angariar mais 10 mil milhões de euros para resgatar o Bankia", referiu uma das fontes.

Recorde-se que o governo espanhol vai precisar de mais dinheiro do que o esperado para resgatar a banca e se não for aprovado um recurso directo aos fundos de ajuda europeus, poderá ter de ser o país a ser intervencionado, como aconteceu com a Irlanda.

Recorde-se que, a partir de Julho, os recursos disponíveis nos três fundos de resgate da União Europeia (FEEF, MEE e MEFF) ascenderão a 800 mil milhões de euros.
Ver comentários
Saber mais FMI Espanha resgate
Outras Notícias