Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Funcas: Espanha não vai cumprir o défice deste ano e que Rajoy vai subir o IVA

Contracção da economia espanhola será mais severa do que o previsto. O défice de 5,8% estimado para este ano não será cumprido e, os 3% em 2013 só serão atingidos com recurso ao aumento de impostos, nomeadamente o IVA. Estas são as previsões da Fundação das Cajas de Ahorros (Funcas).

Negócios negocios@negocios.pt 20 de Abril de 2012 às 12:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
“O severo ajuste induz uma espiral descendente de deterioração da actividade económica, queda das receitas públicas e aprofundamento das medidas de ajuste, que põem em questão a possibilidade de cumprir os objectivos de défice”, revela o relatório do centro de estudos da Funcas, citado pelo “El País”.

As previsões da Funcas apontam para um défice de 6,2% este ano, em vez do compromisso de 5,8% assumido por Espanha perante Bruxelas. Mas o Governo liderado por Mariano Rajoy vai fazer tudo para atingir um défice de 3% em 2013, o que significa que mais de metade do ajuste das contas será feito no próximo ano, alerta a Fundação, citada pelo “El País”.

A Funcas alerta ainda para os gastos com prestações de desemprego, reforma e taxas de juro pagas pela dívida, que não estão contempladas no Orçamento do Estado.

Com base nestas previsões, o centro de estudos diz que o Executivo vai fazer “novos cortes de grande dimensão nos gastos públicos e aumentos substanciais no IVA e nos impostos especiais até chegar ao objectivo de 3% do défice” em 2013. Esta visão surge já depois do próprio ministro da Fazenda, Cristóbal Montoro, ter negado por diversas vezes a intenção de aumentar a taxa de IVA, porque esta medida iria ter um impacto negativo no consumo privado.

A Funcas prevê que a economia espanhola contraia 1,7% este ano e que em 2013 a contracção seja de 1,5%.
Ver comentários
Saber mais Espanha défice IVA impostos
Outras Notícias