A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pagamento de parte do RSI "em espécie" é "solução possível" para orientar as pessoas

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) considera o pagamento de parte do Rendimento Social de Inserção (RSI) "em espécie" uma das "soluções possíveis" para orientar as pessoas nestes "tempos difíceis".

Lusa 16 de Maio de 2011 às 14:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
"Parece-me uma das soluções possíveis para orientar as pessoas nestes tempos difíceis. Podermos ajudar as pessoas a orientar melhor os recursos que o Estado lhes proporciona", afirmou hoje em declarações à Lusa o presidente da UMP, Manuel Lemos.

O CDS-PP defende no seu programa eleitoral que o Estado promova, através da contratualização com as instituições particulares de solidariedade social, uma "fiscalização de proximidade" e prevê a atribuição de parte do subsídio "em espécie", como por exemplo, em vales para pagar despesas de saúde, alimentação e habitação.

Para Manuel Lemos, "faz todo o sentido que o Estado, naquilo que paga, naquilo que comparticipa aos cidadãos, pelo menos numa parte possa assegurar que esse dinheiro é bem empregue".

"É uma proposta muito interessante, já que muitas das verbas do rendimento de inserção são muitas vezes mal aplicadas", disse.

No entanto, Manuel Lemos refere que "o ideal seria que isto não fosse feito", lembrando que há aqui uma "questão de fundo".

"Há um esforço que temos que fazer no sentido da formação das pessoas e da educação, para que percebam o que é acessório e o que é fundamental nas suas vidas. Dir-se-á que as pessoas têm essa noção, mas na prática não o têm mostrado, porque os apelos ao consumo são muito grandes", defendeu.

Ver comentários
Saber mais RSI União das Misericórdias Rendimento Social de Inserção
Outras Notícias