Finanças Públicas Passos: Se voltar a acontecer um "mal maior" como resgate será "acto deliberado"

Passos: Se voltar a acontecer um "mal maior" como resgate será "acto deliberado"

O presidente do PSD disse hoje que se Portugal voltar a ter um "mal maior", numa referência implícita a um novo resgate, tal acontecerá "em consequência de acto deliberado", salientando que não será aceitável que aconteça por incompetência ou distracção.
Passos: Se voltar a acontecer um "mal maior" como resgate será "acto deliberado"
Lusa 13 de setembro de 2016 às 14:27

No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, em Coimbra, Pedro Passos Coelho recordou o período de 2010 que antecedeu o anterior resgate da 'troika' e em que o Governo socialista, então liderado por José Sócrates, pediu "responsabilidade" aos sociais-democratas para evitar o "mal maior".

 

Sem nunca referir expressamente a palavra resgate, o líder do PSD lembrou que ainda assim "o mal maior acabou por acontecer": "Desta vez, se acontecer qualquer coisa desse tipo, só por consequência de ato deliberado. Quem passou pelo que nós já passámos não pode aceitar que haja qualquer ingenuidade, desatenção, incompetência, distracção que permita que uma coisa dessas", avisou.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI