Finanças Públicas Portugal é o terceiro país da UE com maior proporção de dívida de curto prazo

Portugal é o terceiro país da UE com maior proporção de dívida de curto prazo

No final de 2018, Portugal tinha 16,7% da dívida pública com maturidade inferior a um ano. É o terceiro país com maior proporção de dívida de curto prazo, logo a seguir à Suécia (20,5%) e à Hungria (17,9%).
Portugal é o terceiro país da UE com maior proporção de dívida de curto prazo
Cristina Casalinho, presidente do IGCP, a agência que gere a dívida pública portuguesa.
Pedro Elias/Negócios
Tiago Varzim 21 de junho de 2019 às 12:05

No final de 2018, um sexto da dívida pública portuguesa tinha uma maturidade inferior a um ano. Segundo os dados do Eurostat publicados esta sexta-feira, 21 de junho, esta é a terceira maior proporção de dívida de curto prazo entre os países da União Europeia. Suécia (20,5%) e Hungria (17,9%) lideram o ranking.

A percentagem de dívida inferior a um ano (16,7%) subiu face a 2017 (13%), ao contrário do que aconteceu noutros países. Na Bulgária e em Itália, que estavam à frente de Portugal neste ranking no ano passado, essa proporção baixou.

Apesar da contínua redução do endividamento público, Portugal continuou a ter o terceiro maior rácio da dívida no PIB da União Europeia. Em 2018, esse rácio fechou nos 121,5%, apenas superado pela Grécia (181,1%) e Itália (132,2%).

A maior parte da dívida pública portuguesa continua a ser detida por não residentes, mas essa proporção caiu bastante com o reembolso do empréstimo ao Fundo Monetário Internacional (FMI) realizado no final de 2018. Essa percentagem passou de 70% em 2017 para 52,1% no final de 2018. 

Ganhou assim peso a dívida detida pelos residentes financeiros (bancos), com 34,6%, e pelos residentes não financeiros (particulares, por exemplo) com 13,3%. Portugal é o terceiro país da UE com maior proporção da dívida nas mãos de residentes não financeiros, apenas ultrapassado por Malta (25%) e Hungria (22%).

Tal como em 2017, a almofada financeira (dívida "guardada" para fazer face a situações inesperadas) de Portugal continuou a ser a maior, em proporção, da União Europeia em 2018, equivalendo a 10,8% do total da dívida. Apenas a Irlanda e o Reino Unido se aproximam na dimensão deste "seguro" com 10%.

61% da dívida corresponde a obrigações soberanas e os restantes 28,2% correspondem a empréstimos (dos credores europeus ao abrigo do resgate de 2011).




pub

Marketing Automation certified by E-GOI