Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD diz que OE é um carro que ficou com os "calços dos travões colados"

O deputado Adão Silva confirmou a rejeição do PSD ao Orçamento do Estado para 2019, um documento que "não acautela o futuro" de Portugal e que é "mentiroso".

A carregar o vídeo ...
David Santiago dsantiago@negocios.pt 29 de Novembro de 2018 às 12:50

Com uma imagem se responde a outra imagem e foi assim que o PSD decidiu mostrar a sua oposição ao Orçamento do Estado para 2019.

Antes da votação final global do OE19, o deputado social-democrata Adão Silva lembrou a expressão do primeiro-ministro António Costa, que disse que um orçamento sem cativações é como um carro sem travões, para sustentar que este documento é um carro que "ficou com os calços dos travões colados e, assim sendo, é um veículo que não sai do sítio por mais que acelere".

"Faz barulho", prosseguiu Adão Silva para concluir que ao não sair do sítio, este Orçamento não é aquele que Portugal precisa para seguir o seu caminho.

E na opinião do deputado social-democrata, o caminho deveria ser o do crescimento.

Para Adão Silva, o OE19 é "mentiroso", porque esconde o défice real como já avisou a UTAO, e "não acautela o futuro" do país, tendo como marcas essenciais a "ilusão" própria dos governos socialistas e o "eleitoralismo mal disfarçado que usa e abusa da paciência dos cidadãos".

"Assim não vai Portugal", concluiu o deputado do PSD.

Ver comentários
Saber mais UTAO PSD Orçamento do Estado António Costa OE19 Adão Silva deputado do PSD
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio