Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Abstenção do PSD vai fritar o Governo em lume brando"

Para o economista, é o Governo quem mais tem a perder com a passagem do Orçamento e daí a sua intransigência em aceitar novos cortes na despesa. Mas João Duque acredita que o PSD não lhe vai fazer a vontade e vai mesmo abster-se.

Negócios negocios@negocios.pt 28 de Outubro de 2010 às 11:42
  • Partilhar artigo
  • 10
  • ...
Num artigo de opinião na edição de hoje do “Público”, o presidente do ISEG diz que a abstenção dos social-democratas “é uma jogada refinada e brilhante que vai fritar em lume brando o Governo, deixando-o completamente queimado em Maio ou Junho do ano que vem”, a tempo de se convocarem novas eleições.

Neste contexto, escreve Duque, o melhor que o PS pode fazer neste momento “é ir a correr aceitar as propostas do PSD, para ter um cúmplice neste terrível Orçamento”.

Após o fracasso das negociações "técnicas", o PSD anunciou ontem à noite que irá fazer um compasso de espera até à véspera da votação na generalidade da proposta de Orçamento no Parlamento, marcada para quarta-feira, na expectativa de que, até lá, o Governo "reconsidere" as suas propostas.

Em resposta, o ministro das Finanças deixou a porta entre-aberta. "Não posso aceitar uma proposta sem mais, porque tenho de garantir que o défice no próximo ano é mesmo de 4,6%. Mas acho que a esperança é sempre a última a morrer e, por isso, creio que devemos continuar disponíveis para permitir ultrapassar o impasse a que se chegou", disse ontem à noite Teixeira dos Santos aos jornalistas, antes de participar numa reunião com o grupo parlamentar do PS sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2011.


Ver comentários
Saber mais OE 2011 Duque fritar PSD PS
Outras Notícias