Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rehn: Bruxelas espera que medidas não sejam prejudicadas pelo confronto político

O comissário europeu dos Assuntos Económicos disse hoje esperar que o confronto político em Portugal em torno das medidas de austeridade suplementares anunciadas pelo Governo não impeçam a sua implementação, que considerou fundamental para "pôr em ordem" as contas públicas.

Lusa 15 de Março de 2011 às 13:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
Numa conferência de imprensa no final de uma reunião dos ministros das Finanças da União Europeia, Olli Rehn, ao ser questionado sobre a eventualidade de as medidas de consolidação orçamental anunciadas por Portugal "descarrilarem" face a uma falta de entendimento entre Governo e oposição, disse esperar "certamente" que tal não aconteça.

"Relativamente a um possível 'descarrilamento' (das medidas), eu espero certamente que não, porque estas medidas destinam-se a assegurar a sustentabilidade orçamental de Portugal e a estimular o crescimento económico e a criação de emprego através de reformas estruturais", declarou.

O comissário acrescentou que "não será fácil, mas é o caminho necessário para Portugal conseguir restaurar a sua competitividade, melhorar o crescimento" e "pôr em ordem" as suas contas públicas.

Ver comentários
Saber mais Olli Rehn Bruxelas austeridade
Mais lidas
Outras Notícias