Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rehn: Espanha não necessita de austeridade adicional em 2012 e 2013

A quarta economia da Zona Euro não vai necessitar de reforçar as políticas de austeridade para 2012 e 2013, ainda que o seu défice orçamental esteja acima do objectivo determinado pela União Europeia, disse Olli Rehn em Bruxelas.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 14 de Novembro de 2012 às 17:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...
O comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Olli Rehn, anunciou que Espanha não terá de tomar mais medidas de austeridade para evitar sanções da União Europeia, apesar de o seu défice orçamental permanecer acima do objectivo que foi determinado pela União europeia.

O vice-presidente da Comissão Europeia fez o anúncio naquele que é o segundo dia de greve geral que Mariano Rajoy enfrenta em menos de um ano de legislatura. “Espanha tomou medidas eficazes” para tornar as contas públicas sustentáveis, disse Olli Rehn em Bruxelas. “Vamos, com certeza, acompanhar de perto os desenvolvimentos orçamentais”, referiu.

Espanha não será objecto de um procedimento por défice excessivo, no caso de o seu desequilíbrio orçamental ser superior ao limite determinado pelas autoridades internacionais.

Olli Rehn lembrou que as medidas de contenção orçamental de Espanha para 2014 “ficam aquém do que é necessário” para cumprir o limite de 2,8% do produto interno bruto (PIB) para o défice.

Ver comentários
Saber mais Olli Rehn Espanha austeridade política orçamental
Outras Notícias