Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rehn: "Capacidade de crédito efectiva do Fundo precisa de ser aumentada"

O comissário europeu disse que o Fundo Europeu de Estabilização Financeira tem de ser melhorado e que a capacidade do fundo tem de ser "efectiva", para ajudar a Europa a recuperar a confiança dos investidores.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 18 de Janeiro de 2011 às 12:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
“A nossa perspectiva é de a capacidade de crédito efectiva do Fundo Europeu de Estabilização Financeira precisa de ser aumentada”, referiu Olli Rehn citado pela Bloomberg.

“É importante perceber que ainda temos uma crise nos mercados de dívida soberana. Tivemos alguma recuperação nos últimos dois dias, mas não podemos dar-nos ao luxo de qualquer tipo de complacência a este respeito”, acrescentou Rehn.

O responsável referia-se ao facto de o fundo de estabilização financeira não deter os fundos correspondentes à sua capacidade financeira. Os países comprometeram-se a ajudar países em dificuldades criando um fundo no valor de 440 milhões de euros que ainda carece dos fundos, muito embora as suas necessidades financeiras estejam asseguradas pelos países da União Europeia e seu "rating" seja de "AAA".

Na passada quinta-feira, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, apelou a que as autoridades europeias flexibilizem e tornem eficaz o fundo europeu insistindo que este necessita de ser "melhorado" e tornar-se "mais flexível". Uma perspectiva que é partilhada por vários responsáveis europeus.

Horas depois de Trichet ter dito que é “urgente” responder à altura dos actuais desafios o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, disse que uma decisão terá de ser tomada mais para o final de Março.

"Estamos a trabalhar num pacote abrangente de forma a não termos de recomeçar discussões sobre este tema novamente passados alguns meses", afirmou em Berlim, o ministro alemão, que acrescentou: "Uma decisão fundamental terá de ser tomada em Março", na cimeira de chefes de Estado de 24 e 25 de Março, reportou a agência Bloomberg.
Ver comentários
Saber mais Olli Rehn Fundo Europeu de Estabilização Financeira
Outras Notícias