Finanças Públicas Silva Peneda quer défice igual ao defendido pelo BE

Silva Peneda quer défice igual ao defendido pelo BE

O coordenador para a Solidariedade do chamado governo-sombra do PSD defende, ao contrário da actual direcção social-democrata, que o Governo não deveria ter alterado de 1,1% para 0,7% a meta do défice orçamental para este ano. Silva Peneda defende défice de 1,1% em 2018, tal como pretendido pelo Bloco de Esquerda.
A carregar o vídeo ...
O antigo ministro de Cavaco Silva defende que o objectivo para o défice em 2018 não devia ter sido revisto em baixa, devendo a folga orçamental ser canalizada para reduzir a carga fiscal sobre as empresas. O homem escolhido por Rui Rio para coordenar a área sectorial da Solidariedade do novo Conselho Estratégico Nacional do PSD considera que o Executivo socialista deveria manter como meta para 2018 um défice de 1,1%, tal como inscrito no Orçamento do Estado para este ano. 

Apesar de o PSD estar de acordo com a intenção do ministro Mário Centeno de atingir um défice de 0,7% do PIB em 2018, embora discordando do caminho escolhido para alcançar esta meta, Silva Peneda defende um défice de 1,1%, à imagem do defendido pela esquerda, designadamente pelo Bloco de Esquerda. 

No entender de Silva Peneda, a folga resultante da execução orçamental em 2017 melhor do que o previsto deveria ser usada para baixar a carga fiscal, em especial sobre as empresas.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI