Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ADSE vai usar algoritmos no combate à fraude

Sistema será usado para analisar comportamento de beneficiários e prestadores de cuidados de saúde e será apoiado em novas tecnologias.

Miguel Baltazar/Negócios
Negócios jng@negocios.pt 16 de Outubro de 2018 às 11:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A fraude é um dos factores que agrava os custos da ADSE. No próximo ano a tarefa de a combater deverá ganhar novos meios tecnológicos.

O Relatório do Orçamento do Estado para 2019 diz que a ADSE "vai intensificar o combate à fraude e às desconformidades quer nos comportamentos dos beneficiários, quer dos prestadores". Para a suportar, será desenvolvida uma "data warehouse" e respectivo "bunissess intelligence" e instalados programas de mineração de dados que vigiem de forma automática as regras de boas práticas e de incompatibilidades clínicas.


Traduzindo: será desenvolvido um sistema de recolha, armazenamento, organização e análise de dados, que recorrendo a algoritmos e à inteligência artificial permitirá detectar os tais comportamentos fraudulentos.


Segundo o OE, também "A equipa médica de consultadoria da ADSE, que conta já com várias áreas de especialidade, será alargada de forma a intensificar o controlo".


Adicionalmente, está prevista a formação especializada dos recursos humanos que conferem a facturação e os pedidos de reembolso e alargados os actos que requerem autorizações e informações clínicas prévias.

Com o mesmo objectivo, serão ainda desenvolvidas parcerias de partilha de informação com outras organizações da Administração Pública, bem como o reforço da função de auditoria, de forma a proceder a uma análise sistemática dos prestadores e beneficiários e à investigação de anomalias e combater comportamentos desviantes.

O Conselho Geral e de Supervisão da ADSE inscreveu no orçamento para 2019 uma poupança de 10 milhões com o combate à fraude.

Ver comentários
Saber mais ADSE Combate à Fraude Orçamento do Estado 2019
Outras Notícias