Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bloco apelida austeridade de "maldição que estrangula o país"

Francisco Louçã assinalou hoje o chumbo ao Orçamento por parte dos bloquistas, argumentando que "a austeridade não é uma política económica".

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 12 de Março de 2010 às 17:07
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
Francisco Louçã assinalou hoje o chumbo ao Orçamento por parte dos bloquistas, argumentando que “a austeridade não é uma política económica”.

Num discurso muito duro não só para o Governo como também para os partidos da Direita, o coordenador do BE frisou na intervenção final do debate do Orçamento que “a austeridade absoluta unifica a pior maioria absoluta, que junta neste orçamento o PS, PSD e CDS”.

“E que estende essa aliança a um indiscreto pacto do governo por quatro anos que está a ser escrito à nossa frente”, acrescentou Louçã, em referência ao Programa de Estabilidade e Crescimento que o Governo vai entregar segunda-feira no Parlamento.

Sublinhando que “a austeridade é um sacrifício para destruir a solidariedade de uma economia que se preocupe com os desempregados”, o responsável bloquista repetiu que “a austeridade é um discurso, uma ameaça, é uma maldição”.

Ver comentários
Outras Notícias