Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CDS promete "não baixar os braços" apesar de viabilizar Orçamento

Assunção Cristas prometeu que o CDS/PP continuará a batalhar no Parlamento pelos compromissos assumidos com os eleitores, reiterando que o partido viabiliza o orçamento pela "defesa de Portugal perante ameaças externas".

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 12 de Março de 2010 às 17:22
  • Partilhar artigo
  • ...
Assunção Cristas prometeu que o CDS/PP continuará a batalhar no Parlamento pelos compromissos assumidos com os eleitores, reiterando que o partido viabiliza o orçamento pela "defesa de Portugal perante ameaças externas".

“Este não é o Orçamento é uma decepção, não é aquele que o CDS gostaria. É o orçamento do Governo que o CDS, responsavelmente e pondo o interesse nacional na estabilidade política e na defesa de Portugal perante ameaças externas, apenas viabiliza”, sustentou Assunção Cristas.

A coordenadora dos populares para a área orçamental relembrou na intervenção final no debate do orçamento que o CDS “contribuiu responsavelmente para melhorar alguns pontos do Orçamento” e “disso muito se orgulha”.

Nessa lista do orgulho popular estão propostas como o reforço de 40 milhões de euros para o PRODER na agricultura, a proibição do pagamento de bónus aos gestores públicos em 2010 ou a entrega anual no Parlamento de um relatório com todas as remunerações, bónus e regalias desses mesmos gestores de empresas públicas ou participadas do Estado.

Ver comentários
Outras Notícias