Orçamento do Estado Centeno soma cativações mas valor desce "significativamente"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Centeno soma cativações mas valor desce "significativamente"

O decreto-lei de execução orçamental soma cativações ao Orçamento do Estado, de acordo com a prática habitual. Contudo, o limite definido com a esquerda parlamentar será respeitado e o valor total desce “significativamente” face a 2017.
Centeno soma cativações mas valor desce "significativamente"
Pedro Elias

O ministro das Finanças vai voltar a somar cativações ao Orçamento do Estado através do decreto-lei de execução orçamental, como tem sido prática até aqui. No diploma, aprovado esta

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo Há 18 horas

"We will gradually enter a time where having a lifetime employment based on tasks that are not justified will be less and less sustainable - we're actually already there." - Emmanuel Macron www.msn.com/en-gb/video/other/french-civil-servants-no-more-jobs-for-life/vi-AAeGlDD

comentários mais recentes
Varoufakis + Rui Tavares = BLÁ ! BLÁ ! BLÁ ! BLÁ ! Há 17 horas

Quem pediu opinião ao biltre grego comuna p/ se vir intrometer em assuntos de outro país, com os quais nada tem a ver ?

Ao baixo nível deste palerma grego e em total comunhão c/ as suas alarvices, está outro comuna, um tal RUI TAVARES, outro palerma, que anda desesperado, em busca de "tacho".

Anónimo Há 18 horas

Quo vadis Portugal? Em 2015, o fisco da Austrália (a Agência Tributária australiana) cortou 4400 postos de trabalho em 19 meses. "Australian Taxation Office axes 4400 jobs in 19 months" http://www.canberratimes.com.au/national/public-service/australian-taxation-office-axes-4400-jobs-in-19-months-20150409-1mhhgq.html

Anónimo Há 18 horas

Nos EUA, em plena era Obama, eliminaram 7000 postos de trabalho no fisco local só porque as pessoas fazem tudo àquele referente pela Internet. "IRS will cut 7,000 jobs because the majority of people are filing their tax returns online" http://www.dailymail.co.uk/news/article-3811646/IRS-cutting-7-000-jobs-vast-majority-people-file-tax-returns-online-meaning-fewer-people-needed-process-paper-forms.html

Anónimo Há 18 horas

Entretanto no esquecido e pobrezinho Reino Unido... "HM Revenue & Customs (HMRC) and the Department for Work and Pensions (DWP) would be hardest hit, with 2,451 and 2,231 staff potentially made redundant, respectively, out of a Whitehall-wide total of 6,865 forecast losses. The Department for Transport (DfT) would lose 1,126 employees." www.computerweekly.com/news/450423926/Nearly-7000-civil-service-jobs-at-risk-in-government-as-a-platform-strategy

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
Saber mais e Alertas
pub